“A escolha é nossa: Reino de Deus ou inferno!”

Areopago-Irineu-Tudo-e-Politica
Você pode também escutar esta crônica na voz de “Gilberto Macedo”

Encanta-me conhecer aspectos da vida familiar e espiritual de pessoas que alcançaram notoriedade seja em qualquer campo: artístico, esportivo ou político. Sempre é possível conhecê-las mais intima e profundamente, quando revelam certas vivências e atitudes do cotidiano. Na verdade mesmo, tudo que afirmei é válido em relação a qualquer pessoa que faça parte da nossa vida – todas são importantes! Seja o vizinho, o porteiro do prédio, o profissional de limpeza e manutenção, o mecânico, o padeiro, o jornaleiro, o garçom, o farmacêutico…

Ao ler no jornal, alguns excertos do livro de Barack Obama – sem entrar no mérito de colocações políticas provocadoras de controvérsias e discordâncias (como sói acontecer) chamou-me atenção o episódio em que, a certa altura do passeio rumo ao alto do Corcovado no Rio de Janeiro, ante uma deslumbrante paisagem a filha mais nova do Obama, indagou: “Temos que rezar ou alguma coisa assim?”. “Por que não?” respondi. “Então nos juntamos, as cabeças curvadas em silêncio e eu soube que ao menos uma de minhas preces naquela noite havia sido atendida.”

Interrompi a leitura. Veio-me à mente a imagem do casal com as duas filhas em oração. Trecho das Memórias em que “Obama trata do pânico com o primeiro negro na Casa Branca”. Por mais corriqueira e singela a narrativa, alegrou-me o coração.

Não escreverei sobre a proclamação da República que comemoramos há pouco. Nem sobre imperador, marechais, generais ou capitães. Nem sobre golpe para instaurar a República. Para qualquer mudança histórica o caminho pode ser um golpe, uma revolução, a subversão ou qualquer ato de ruptura da ordem. Muito menos, sobre o dia da consciência negra. Não que não sejam eventos importantes. Simplesmente por que a crônica não tem o propósito celebrativo e nem se rege por algum mandato cívico ou institucional. A emoção e a razão se abraçam para sentirem a pulsação uma da outra.

Alguém me perguntou: O senhor também está negacionista com as eleições para prefeito? Levei um susto: Como assim negacionista?

— Com as candidaturas de Covas e Boulos! Muita gente está revoltada por falta de opções!

— Ah! Entendi. Você acredita que tem muita gente pessimista, não é mesmo?

— Sim. Negacionista e pessimista não são a mesma coisa?

— Não! Quando dizem que o Presidente é negacionista, quer dizer que ele nega, afirma não existir a realidade para se desviar de uma verdade que lhe causa total desconforto. E muitos seguidores também se convencem de que ele está certo. Afirmam que a pandemia do Covid 19 não deve ser motivo de preocupação e que todos parecem querer implantar o medo e o terror na população.

— Por isso eu não entendia tanta gente criticando o Presidente por ele ser negacionista! Agora eu entendi. Valeu pela explicação.

— Graças a Deus, a vacina está chegando. Uma seria o suficiente, mas agora, temos três ou quatro vacinas com eficácias semelhantes, de várias farmacêuticas de nacionalidades diferentes: A chinesa, a americana, a alemã, a russa.

— Deus é grande, não é?

Concordamos. Esquecemos o segundo turno para Prefeitura e nos despedimos. Pensei: Persisto na defesa e vivência do Reino de Deus, aqui e agora! Exige uma firme decisão. Renúncia de alguns desejos, instintos, sentimentos e revolta. Tem tudo a ver com Política: Bem Comum.

— Será que não se pode viver o Inferno, aqui e agora? Indagação recorrente.

— Evidentemente que sim. E é o que mais é percebido por aí.

Toda vez que a gente não tenta interromper algum pensamento vingativo, por exemplo, é ocasião de queda. E queda é sentir-se no inferno. Não é um equívoco, uma derrapada. É ficar envolto na escuridão sem fim. A Bíblia define inferno como lugar onde existe choro e ranger de dentes.

São constantes os ataques dos inimigos abrigados em nosso interior. A vontade de revidar, de se mostrar superior, enfim, tudo aquilo que mostra endeusamento pessoal é demoníaco!

Não devemos instaurar o inferno. Nem em nós, nem na República. Nem por causa de algum preconceito. Sempre e em todo lugar devemos ter consciência de que independentemente da cor, raça, religião ou ideologia, todos devem ser respeitados por serem criaturas de Deus. Nunca houve acepção de pessoas da parte do Criador. Não sejamos nós a criar o que não é digno de existir.

E, ante tanto desgoverno, mentiras, politicagem, destruição de reputação de pessoas, violência e corrupção, refugio-me na gruta da minha consciência pedindo e orando pela Paz, tão somente a Paz!

A PAZ QUE EXCEDE A TODO O ENTENDIMENTO: A DO ALTÍSSIMO!

Separamos outros artigos que talvez possa interessar

11 respostas em ““A escolha é nossa: Reino de Deus ou inferno!””

Reino dos Céus, obviamente. Essa é minha resposta e acredito que a de todos os cristãos. O problema é que a uns cabem “somente” a oração, já aos outros o bom combate, mesmo que, se necessário, através do uso da força! Quem não defenderia, com todas as forças possíveis e inimagináveis uma injusta agressão e/ou abuso a um ente querido?! Talvez, na prática, Deus haja dentro de nós contrariando tudo o que pensamos e propagamos, mas o ato de oferecer a outra face não é humanamente razoável para a maioria de nós, meros mortais. Então violência se combate com violência? Não, mas num caso de violência injusta ou gratuita não seria violência, mas apenas e tão somente, legítima defesa. E não, necessariamente, menciono apenas o uso da força física, mas também do combate de ideais em defesa dos princípios cristãos e da família. Não podemos aceitar o “quem cala consente”, pois estaríamos nos omitindo e, consequentemente, deixando um mundo mais cruel, egoísta e perdido, como o que vivemos hoje em dia, para nossos filhos. Então concorda que o inferno é aqui?! Sim, dependendo do ambiente, das pessoas e do que se faz, com certeza! Por isso que temos que sempre continuar pedindo paz e proteção ao Nosso Senhor Jesus Cristo, assim como força e saúde para, se for preciso, nos defendermos de todos os males, sejam espirituais ou não. Amém!

A escolha é nossa “Reino de Deus ” ou inferno!!
Por isso a nossa luta deve ser a de não tirarmos os olhos de Jesus para não sermos enganados, e assim não criar dentro de nós o ódio e o inferno principalmente o político. Muito bom o seu texto que nos faz meditar e trabalhar o céu na nossa vida!
Obrigada Abraço

Bom dia Irineu lendo a sua sabia crononica,onde a reflexão nos provoca nesta caminhada rumo a vivencia do Reino de Deus no Aqui Agora.Gostei da sua observação no relato da familia Obama e suas filhas a caminho do concorvado…Outro dia eu li algo não me recordo o autor onde ele falava do processo da caminhada quando chegarmos ao nosso destino…Porque o melhor da chegada é o caminho que percorremos,porque encontramos e conhecemos pessoas ,desenvolvimos vinculos afetivos,no decorrer deste caminho temos oportunidade de ser testemunha sinal da presença de Deus as pessoas pelas quais encontramos ou recebemos este sinal e testemunho dessas pessoas nos motivamos seguir a diante.
Tambem despertamos as nossas paixões potencializando as nossas limitações…Penso que todos estão vivendo este processo seja no campo da politica,da familias das reações socias,etc.
De onde vem o nosso socorro?Quando sentimos perdidos confusos no caminho? O nosso socorro vem do alto Ele nos ampara,nos fortalece e nos consola com o Espirito Santo de Deus.Humanamente o caminho que escolhemos percorrer é um processo individual uma escolha pessoal as vezes temos companhia,seja na vida conjugal (filhos,amigos,parentes) .Porém acredito que no ponto de vista espiritual o percuso fazemos sozinhos a escolha é nossa contamos apenas com a nossa fé e com a presença do Espirito Santo de Deus que nos dará disercimento.
” O caminho é longo…caminho longo”
Bora caminhar?

Democraticamente, Deus com sabedoria e generosidade deu o livre arbítrio a cada um de escolher o seu próprio caminho, para o bem ou para o mal,e traçar assim a sua própria sina de alcançar o reino dos céus ou de padecer no fogo do inferno!
Muito interessante e provocativa a sua crônica.
Que Deus o abençoe! Abraços!

Sem endeusamento e com mais Deus no coração e possível lidar melhor com as emoções e a razão. Todos importam; e privilégio só pra quem precisa dele: O cadeirante, idoso, gestante… e nada de separar as pessoas por cor, privilegiando-as e causando mais desconforto na humanidade (todos importam).

A escolha de viver o céu ou inferno é nossa, então temos a mente com muito espaço para plantarmos sabedoria q nos é dada com muito amor. E esse amor é o combustível par agirmos com força e determinação no caminho q nos leva ao Reino de Deus. Parabéns Irineu vc é ótimo de mente e forte de coração.

O inferno ou paraíso são escolhas de cada um, sabemos que o caminho que nos leva ao paraiso simplesmente é seguir o ensinamento que JESUS nos ensinou. O caminho é difícil todos sabemos mas é por isso que no final colhemos os frutos que plantamos durante a vida. No final cada im colhe o que plantou.

Sempre encanta-me seus textos belíssimos, por incrível que pareça ouvi hoje essa mesma pergunta.
– Será que não podemos viver o inferno aqui e agora ?
Minha resposta um tanto parecida com a sua. Rsrs
Somente as palavras mudaram, contudo o mesmo sentido.

Sempre encanta – me seus textos belíssimos…
Por incrível que pareça ouvi essa pergunta hoje.
-Será que não se pode viver o inferno aqui agora ?
Minha resposta um tanto parecida com a sua 😂

Cada um vive seu inferno ou o seu céu. Somos seres pensantes e a nós foi dado a faculdade do livre arbítrio, e assim caminhamos cada um no seu próprio caminho e somos “um”, cada qual com suas virtudes e suas deficiências com a finalidade de cumprir nossas missões aqui, teremos êxitos ou derrotas, enfim somos passantes nesta terra.

Irineu , lindo texto , Inferno acredito ser aqui mesmo .Buscamos o céu através de nossa Fé ,os ensinamentos que aprendemos e continuamos aprendendo todos os dias , parabéns .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.